sábado, 16 de janeiro de 2010

Caçador de sonhos

Uma alma descontente
Um passageiro frequente
Que se alimenta de sonhos perdidos
De esperanças vãs e goradas

Caçador por natureza 
Sobrevivente por selecção
Instinto de valentia 
Pura ilusão de si próprio


Tempo nunca desperdiçado
Tempo sempre ganho 
Na mira da sua visão
Está apenas a sua perfeição


Palavras, sons, cores, emoções 
Esperanças, amores, desilusões, 
Tudo apenas numa palavra 
E tudo tão simples


Caçador de sonhos perdidos 
De visões muito irrealistas
De cruéis mentiras, de doces palavras 
De cores vivas e palavras mudas


Instinto de sobrevivência, é o que o move 
Ilusão do seu tempo
Ilusão do seu espaço
No entanto, caçador de alma e coração ...



Dr. Nobody, M.D.