terça-feira, 12 de janeiro de 2010

Esquecimento

Viajo entre a noite e o dia.
Viajo sem parar num momento que seja.
Nas memórias perdidas e ocultas do tempo,
Vagueio incessantemente sem olhar.

Perdido e encontrado por muitos e por poucos.
Deambulando como o vento que sopra sobre as dunas.
Olhando para a lua e econtrando no seu brilho o meu consolo.

Nas esfinges que avisto, vejo enigmas de sabedoria universal, 
versada em palavras que ouço e que me inquietam.


Nos meus olhos, apenas o momento da fuga do tempo.
Apenas e só o tempo a fugir de todos os cantos e recantos.


Sob elas, vejo as mentiras que constroem este mundo que 
tento escapar. Que humildemente me acolhe e proteje.


No final, só o esquecimento no momento em que acordo da realidade
e percebo que finalmente vivo no sonho que tinha esquecido.



Música: Franka Potente - Fly with me