terça-feira, 27 de setembro de 2011

Uma Noite de Luar ...

    Numa noite de Luar, olhei para as estrelas no céu.
    Deslumbrei-me com a sua simplicidade ...
    Fascinei-me com a sua beleza etérea.
    Os meus olhos nunca olharam tanta beleza em algo que estava e sempre estará para pintar um belo sonho.
    O meu coração apaixonou-se por elas.
    Dava-lhes os meus sonhos para elas tornarem-se ainda mais belas.
    Acordava e queria recordar os momentos que passava com elas.
    Tudo tentei para fazer justiça a elas.
    Nada consegui.
    Palavras não haviam para descrever.
    Tintas e cores não existiam para pintar um quadro dos meus sonhos.
    Triste, voltei a olhar para elas, enquanto elas olhavam para mim, confortando-me.
    Apaixonado, disse-lhes que queria ser uma delas.
    Disseram-me que não queriam que eu fosse, pois, não teriam ninguém tão bom e gentil para se apaixonarem.
    Mas disseram-me que um dia, o brilho delas estaria escondido nos olhos de alguém.
    Nunca acreditei nelas e sempre as amei.
    Um da, apareceste.
    Eu não liguei muito.
    Algo dentro de mim começou a sussurrar-me no ouvido.
    As estrelas riam-se de mim e eu apaixonava-me cada vez mais por elas.
    Até que uma disse-me baixinho:
    " Deixa-me entrar no teu coração que eu ajudarei-te a sonhar comigo. "
    Deixei-a entrar e tive sonhos belos.
    A vida foi tomando o seu curso.
    E ainda não tinha como descrever a minha paixão pelas estrelas e os sonhos que elas faziam só para mim.
    Olhei para ti um dia e disse olá.
    E um sussurro chegou-me ao ouvido ...
    Fomos conversando e ia descobrindo quem eras.
    Adorava cada momento que falavas.
    Até que olhei para os teus olhos e para o teu sorriso.
    Aí, o tempo parou ...
    O meu coração abriu-se e dele a estrela que tinha iluminou a tua cara.
    Os teus olhos brilhavam como diamantes e o teu sorriso irradiava
    o calor de uma noite de Verão com uma belissima Lua cheia.
    Percebi então, que tu és o brilho das estrelas.
    Quando voltei a mim, não tinha palavras para dizer.
    Tu és a essência das estrelas que se apaixonaram por mim.
    Contigo, quero sonhar e quero pintar os teus sonhos.
    Assim juntos, olharemos para as estrelas e ao olhar para ti, elas darão todo o amor que me querem dar.
    Os dois juntos, abraçados, olhando para o céu e num pequeno rasgo de puro sonho, beijo os teus lábios e tu beijas os meus, num momento em que as estrelas brilham perante o nosso eterno e doce sonho de amor.