quinta-feira, 2 de fevereiro de 2012

Carta de amor

Olá amor.
Escrevo porque pensei em ti ao ouvir a nossa música.
Penso no teu corpo encostado ao meu enquanto a doce melodia invade o silêncio do nosso momento.
Falo com a Lua e com as estrelas e mostro-lhes o teu coração..
Elas depositam um pouco do seu brilho e do seu mistério. Depois, entrego o teu coração numa suave caricia
que te faço enquanto adormeces a mneu lado.
Adoro mexer no teu cabelo devagar e sentir a tua leveza. Como se fosses um belo anjo que se apaixonou por um coração. Um coração cheio de estrelas e de luar ...
Adormece junto ao meu peito enquanto o meu coração brilha e te aconchega nos teus sonhos.
Minha Princesa das Estrelas com o sorriso de mil sóis e o charme de uma lua cheia brilhante nos teus olhos ...
Olho para ti enqanto adormeces e entras nos teus sonhos. 
Que momento, confesso que adoro a cada dia.
Na doce melodia que nos embala em sonhos de amor, adormecemos, sem antes olhar para ti antes de partir
em tua busca nos meus sonhos.
Peço aos meus olhos para não se fecharem enquanto vejo-te a dormir docemente.
Fecho os olhos e parto para junto de ti, no nosso pedaço de sonho.
No nosso momento eterno e absoluto.
O silêncio preenche os nossos corações enquanto eles batem em unissono.
Sorris levemente e com esse sorriso nos meus olhos, viajo para os meus sonhos.
O que posso dizer quando as palavras são poucas para eu ter o teu corpo e a tua alma junto á minha ... 
Nos teus olhos, deixo-me adormecer.
No teu peito, deixo a minha cabeça repousar ao som do bater do teu coração.
Enquanto ouço a nossa música, peço ás estrelas e á Lua que te tragam para junto de mim.
Que me deixem beijar os teus lábios doces. 
Que te entreguem apenas uma caricia minha na tua face.
Peço ao vento que me leve para junto do teu coração. 
Ele leva então a melodia que nos encanta e nos torna um só ...
Amor, quero-te junto a mim, neste momento.
Num pensamento, num beijo, num abraço, num olhar ...
Não me importo desde que te sinta ao meu lado.
Toca-me com as tuas mãos sedosas no meu peito.
E sente o calor do meu ser profundoa a aquecer-te ...
Deixa que os meus beijos te toquem como pétalas que no silêncio do meu olhar, quero que sejam tudo o que sintas
no teu corpo e na tua alma ...
Amor, vou partir para os meus sonhos.
Vou deixar a nossa música tocar mais uma vez no silêncio do meu quarto.
Enquanto deixo-me embalar pelo som da guitarra e pela tua voz a dizer apenas, Amo-te.
Vou navegar por esses sonhos, esperando quando acordar, ver os teus olhos e o teu sorriso a olhar para mim.
Deixo-te com a Lua e as estrelas.
Elas que sempre te deram tudo o que tu és.
Filha da Lua com a magia do olhar das estrelas.
Deixa-me ir devagar embalado no teu olhar.
E ouvindo um sussuro longiquo dizendo:  Amo-te, meu principe das estrelas, filho de um raio de luar ...